CONTATO

Endereço

Rua Pedro Nolasco da Cunha nº 363. Bairro: Jardim Avelino. São Paulo-SP

CONTATE-NOS

(11) 948992598

© MarissolRios.com.br |Health Coach | Desenvolvido por Nelson Bisquolo Jr.

SUPLEMENTO ALIMENTAR

O QUE REALMENTE SIGNIFICA SUPLEMENTO ALIMENTAR

 

Um suplemento alimentar deve ser constituído por pelo menos um desses ingredientes: vitaminas (A, C, complexo B, etc.); minerais (Fe, Ca, K, Zn, etc.); ervas e botânicos (ginseng, guaraná em pó); aminoácidos (BCAA, arginina, ornitina, glutamina); metabólitos (creatina, L carnitina); extratos (levedura de cerveja) ou combinações dos ingredientes acima (ARAÚJO et al, 2002).

 

Pelas normas brasileiras os suplementos são divididos em:

Repositores hidroeletrolíticos

São produtos formulados a partir de concentração variada de eletrólitos, associada a concentrações variadas de carboidratos, com o objetivo de reposição hídrica e eletrolítica decorrente da prática de atividade física. 

Repositores Energéticos

 São produtos formulados com nutrientes que permitam o alcance e ou manutenção do nível apropriado de energia. 

Alimentos Protéicos 

São produtos com predominância de proteína, hidrolisada ou não, em sua composição, formulados com o intuito de aumentar a ingestão deste nutriente ou complementar a dieta, cujas necessidades protéicas não estejam sendo supridas.

Alimentos Compensadores 

São produtos formulados de forma variada para serem utilizados na adequação de nutrientes da dieta de praticantes de atividade física. 

Aminoácidos de cadeia ramificada 

São produtos formulados a partir de concentrações variadas de aminoácidos de cadeia ramificada, com o objetivo de fornecimento de energia. 

 

Engana-se quem acha que a suplementação é usada única e exclusivamente na área do esporte. Existe a possibilidade da utilização dos suplementos em unidades de terapia intensiva, ou para suprir os requerimentos dietéticos não ingeridos através da alimentação normal por algum motivo ou ainda em casos de desnutrição. Afinal diversos estudos apontam o uso benéfico de suplementos em pacientes adultos e idosos, em uma gama de situações clínicas, como doença renal crônica, diabetes, câncer, doença pulmonar obstrutiva crônica, fratura da bacia e cirurgia gastrintestinal (TODOROVIC, 2005).

 

Vemos então que a suplementação utilizada de forma correta não beneficia apenas atletas ou praticantes de atividade física, mas também enfermos com melhoras clínicas e funcionais e, ainda, reduzem custos hospitalares.

 

Bibliografia:

ARAÚJO, L. R., ANDREOLO, J., Silva, M. S. Utilização de suplemento alimentar e anabolizante por praticantes de musculação nas academias de Goiânia-GO. Rev. Bras. Ciên. e Mov. 10 (3): 13-18, 2002.

TODOROVIC, V. Evidence-based strategies for the use of oral nutritional supplements. Br J Community Nurs. 2005;10:158, 160, 162-4.