CONTATO

Endereço

Rua Pedro Nolasco da Cunha nº 363. Bairro: Jardim Avelino. São Paulo-SP

CONTATE-NOS

(11) 948992598

© MarissolRios.com.br |Health Coach | Desenvolvido por Nelson Bisquolo Jr.

Diabetes Mellituse Exercício Físico

 

O diabetes mellitus é caracterizado por ser uma doença metabólica que contrafaz os níveis de insulina ou não exerce perfeitamente a sua função. Essa doença contrafaz o metabolismo de lipídios e proteínas onde em longo prazo pode lesar o organismo e gerar outras doenças.

O diabetes mellitus tipo 2 é o tipo que vem crescendo constantemente e sendo diagnosticada cada vez mais precoce. Estima-se segundo a Federação Internacional de Diabetes (IDF) que 415 milhões de adultos têm a doença e em 2040 chegará a 642 milhões. Já a Sociedade Brasileira de diabetes 2015/2016 (SBD), diz que a cada seis segundos uma pessoa morre devido ao diabetes e os gastos com saúde e com a doença chegam a US$ 21,8 bilhões.

No Brasil há uma expectativa de que haja um crescimento de 65% no número de diabéticos até o ano de 2040, o que equivale a uma proporção de um em cada 8 adultos.

O exercício aeróbico além do reforço para ajudar o corpo usar, ou produzir melhor a insulina, ele também melhora os níveis do colesterol (HDL) e da circulação sanguínea,diminuindo a glicose e,por conseguinte a pressão, ajuda no alívio no stress, fortalece o coração, ossos, reduz o risco de doenças cardíacas. Já no exercício anaeróbio, a massa muscular tem papel fundamental no metabolismo da glicose. O tecido muscular é responsável por captar, liberar e estocar a glicose. O exercício físico tem por consequência o aumentar a captação da glicose pelo músculo esquelético e em longo prazo, exercícios anaeróbios podem ajudar na redução e nos riscos do aumento da hipoglicemia durante o exercício. O exercício anaeróbio além de contribuir para a diminuição da glicemia contribui também com a massa muscular, ossos, reduzindo o risco até de outras doenças como a osteoporose e previne a perda da massa muscular (sarcopenia).

A prevenção ou adiamento da manifestação do diabetes mellitus tipo 2 é de atitude mundial e de extrema importância para a saúde pública, sendo importante recomendar exercícios físico regulares, sair do sedentarismo, hábitos alimentares saudáveis e adequados e redução do peso corporal. Alguns estudos indicam que com a diminuição do peso ajuntado ao aumento do exercício físico em indivíduos com um risco mais alto para o desenvolvimento do diabete mellitus tipo 2, reduz em 58% a ocasião do aparecimento da doença, sendo atualmente considerado benéfico tanto na prevenção, quanto no seu tratamento, sendo todos estes fatores aliados no controle glicêmico. É necessário este conjunto e intervenções para que se possa prevenir, ao invés de tratar a doença que pode estar acometida a outros fatores.