CONTATO

Endereço

Rua Pedro Nolasco da Cunha nº 363. Bairro: Jardim Avelino. São Paulo-SP

CONTATE-NOS

(11) 948992598

© MarissolRios.com.br |Health Coach | Desenvolvido por Nelson Bisquolo Jr.

CEATINA:

EFEITOS ERGOGÊNICOS, TERAPÊUTICOS E

EFEITOS COLATERAIS

A creatina tem sido muito usada pelos efeitos ergogênicos sobre a massa muscular e o desempenho físico, mas recentemente passou a ser estudada em indivíduos portadores de doenças crônicas não transmissíveis, com resultados de  efeito terapêutico, mas com atenção as possíveis efeitos colaterais.

​Efeitos ergogênicos

 1) Aumento da disponibilidade de CP (creatina fosfato) aumentando a quantidade potencial de energia disponível;

2) Aumento da taxa de ressíntese de ATP, prolongando o tempo de geração de energia rápida;

3) Redução da acidez muscular, e conseqüente retardo do aparecimento da fadiga;

4) Aumento da massa e força muscular, proporcionando aumento no nível de treinamento atingido.

A Sociedade Internacional de Nutrição Esportiva publicou recentemente que a substância é o suplemento mais estudado e clinicamente mais significativo para aumentar o volume muscular e a capacidade de exercício em esforços de altas intensidades em atletas.

Efeitos terapêuticos

1)  Participa ativamente do metabolismo cerebral,

2) Fornece energia através da ressíntese de ATP para os neurônios,

3) Trata e previne  doenças (distrofias e alterações neuromusculares, Parkinson, doença de Hungtinton, miopatias inflamatórias, doença de Charcot Marie Tooth, esclerose lateral amiotrófica, isquemia cerebral e trauma crânio encefálico, esclerose múltipla, Alzheimer, distrofia de Duchenne, citopatia mitocondrial, imobilizações e pós-operatórios ortopédicos, doenças respiratórias e cardiovasculares etc)

4) Proporciona melhorias do metabolismo e da qualidade muscular, contribuindo para a melhora da aptidão física associado à redução da sarcopenia.

Efeitos colaterais

A suplementação de creatina quando feita segundo as recomendações não traz efeitos colaterais,mais altas doses (acima de 10g/dose) de creatina, tomadas de uma única vez, podem provocar náuseas, vômitos, diarréia, cefaléia e mal estar geral, sem evidências de efeitos colaterais mais graves.

A grande maioria das evidências disponíveis na literatura sugere que quando realizada dentro do protocolo sugerido é um excelente recurso ergogênico e um  potencial adjuvante terapêutico para diversas doenças.

Fontes:

Balsom P, Söderlund K, Ekblom B. Creatine in humans with special reference to creatine supplementation. Sports Med. 1994;18:268-80.

Benzi G, Ceci A. Creatine as nutritional supplementation and medicinal product. J Sports Med Phys Fitness. 2001;41(1):1-10.

Faria JC, Machala CC, Dias RC, Dias JMD. Importância do treinamento de força muscular na reabilitação da função muscular, equilíbrio e mobilidade de idosos. Acta Fisiatr. 2003;10(3):133-7.

Vieira RP, França RF, Carvalho CRF, Dolhnikoff M, Ribeiro W, Martins RAB. Efeitos da Suplementação Oral com Creatina sobre o Metabolismo e a Morfologia Hepática em Ratos. Rev Bras Med Esporte 2008; 14(1): 38-41.